Miopia: a epidemia do século XXI com cura certa

Sabia que nos últimos 50 anos o número de pessoas com miopia triplicou?

Especialistas afirmam que até 2050, metade da população global terá este problema de visão.

Uma pessoa é míope quando tem uma boa visão de perto e má visão de longe. É um defeito refrativo pelo qual os raios paralelos, procedentes do longe, formam o seu foco à frente da retina, quanto maior for a distância entre o foco visual e a retina, mais alta é a miopia. A quantidade de miopia determina-se pela potência dióptrica da lente côncava que consiga que os raios foquem na retina.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente cerca de 20% da população mundial é míope, mas a estimativa é que esse número aumente para 50% em 2050.

Esta epidemia tem maior incidência em jovens no leste da Ásia, em países como China e Coreia do Sul, onde o problema afeta quase 90% dos estudantes que concluem o ensino secundário.

Apesar de ainda não haver muitas certezas sobre a miopia, os especialistas sabem que o fator genético, ou seja, as crianças cujos pais são míopes, têm maior propensão para desenvolverem miopia.

Além de herança genética, acredita-se que a miopia pode ser causada pelo estilo de vida da atualidade. Um dos principais fatores para o crescimento do número de míopes é o uso excessivo de tecnologia como computadores, tablets e smartphones.

A miopia não tem cura mas é reversível através da cirurgia, mas o uso de óculos graduados pode impedir ou desacelerar o avanço desta doença.

Partilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Veja também